O corpo fala

― Psiu!
― Hã?
― Você mesmo.
― Onde está?
― Difícil explicar. Digamos que sou uma voz. Sabe quando se diz que alguém ouve vozes?
― Ah.
― Está com medo?
― Medo não, mas uma sensação engraçada. Isto nunca tinha me acontecido.
― Como está a transmissão? Consegue distinguir minha voz dos seus próprios pensamentos?
― Sim, sim. As palavras surgem espontâneas. Além do mais, não parecem brotar da cabeça, é como se emanassem do corpo inteiro.
― Posso me concentrar na cabeça, se isto lhe parece estranho.
― Não, por favor. Gosto da sensação. É de uma sutileza que até me causa prazer.
― Ótimo. Quer experimentar um outro jeito, então?
― Como seria?
― Feche os olhos e conte até nove e meio.

1

2

3

4

5

6

7

8

9

9,5

― Não ouço mais palavras… é tão compreensível e abstrato ao mesmo tempo… desculpe, é que estou tão acostumado com as palavras… vou tentar, mas podemos continuar um pouco mais devagar, por favor? Assim acho que vou gozar.

Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “O corpo fala

  1. † .::Lou Salomé::. † disse:

    quem dera eu pudesse conduzir esta ebulição de palavras sem sentido que é a minha cabeça para algo que me desse prazer de fato…

    enfim..

    quem sabe um dia…

    gostei mesmo do seu blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s