Tóti e Leno

No tempo em que os bichos falavam, as crianças eram verborrágicas. Os irmãos Tóti e Leno brincam no parquinho com o amigo Zezé e sua irmã Soraia.
ZEZÉ: Xi, minha mãe chegou. Tenho que ir. Até logo, pessoal.
TÓTI e LENO: Tchau!
SORAIA: Tchau!
Dão as mãos e seguem caminho. Da escorregadeira, Tóti pergunta:
TÓTI: O que você acha desta irmã dele?
Lá do alto, um Leno já meio tonto segura firme no balanço:
LENO: Soraia? Não sei, acho que ela é legal.
TÓTI: É estranha.
LENO: Deve ser o corpo. Parece de mulher.
TÓTI: Já é adulta?
LENO: Que nada. É a irmã mais nova do Zezé. Mais nova que a gente.
TÓTI: Nunca consigo ficar à vontade com aquela menina.
LENO: Mas ela tem jeito de criança.
TÓTI: É. Jeito de criança, tem. Mas com aquele corpo, a natureza parece lhe impor segundas intenções.
LENO: (Esforçando-se para interromper o movimento do brinquedo) Ela o atrai?
TÓTI: Acho que ainda não tenho idade pra isso. Com certeza me constrange.
LENO: Pensando bem, deixo de fazer umas coisas quando estou perto dela.
TÓTI: Tá vendo?
Sempre o mais atento, Tóti percebe uma silhueta familiar à distância.
TÓTI: Vamos, que o papai chegou.
Escorrega, pendura a camiseta suada no ombro e estala os dedos para o cãozinho:
TÓTI: Vamos, Rex!
REX: Opa!

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s