Miau

Apartamento escuro, ruído de chave na fechadura. Quem abre a porta é uma jovem de seus vinte e cinco anos. Permanece imóvel na entrada por quase um minuto sem largar a maçaneta. Sua expressão é a do mais completo desânimo. Entra, ignora os interruptores, larga a bolsa numa cadeira e senta com displicência no assoalho, as costas apoiadas na parede. Um gato surge da escuridão e pula nas suas pernas. Mia baixinho e esfrega a cabeça em sua mão. Ela:
― Você tem sempre que ser assim tão… superficial?

Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “Miau

  1. Anonymous disse:

    Comentar o quê ?
    Quando comentários merece um texto, qualquer que seja, deverá merecer por aquilo que vale, neste caso, sinceramente não vale NADA em absoluto, até que…

    Neste mundo de incertezas
    De mentiras e verdades
    Nunca é pobre de riuquezes
    Quem dá, e tem amizades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s