Analfobeta

Recém-alfabetizada, a garotinha ataca o irmão caçula:
― Você é analfobeta.
― Sou nada. Você é que é.
― Nem sabe ler.
― Sei, sim.
― Não sabe fazer nada.
― Eu sei, sim.
― Sabe fazer o quê?
― Eu sei desenhar o dinossauro de fogo da terra desconhecida.
― Isso não é fazer. Você sabe só mexer nas coisas.
― …
― Eu sei fazer. Eu sou menina, e menina faz filho.
O menino pensa, olha para baixo, coça a cabeça e então fulmina:
― Eu sei fazer xixi e cocô.

Anúncios
Padrão

Um comentário sobre “Analfobeta

  1. Álvaro Maia do Valle disse:

    Doido isso das pessoas interpelarem as outras para vender a idéia de “eu domino mais esse campo do que você”, se ao menos elas fossem consultadas antes de fazerem esse tipo de observação…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s